20 de maio

GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais
Maria da Penha ONLINE Governo do Distrito Federal
3/11/23 às 11h55 - Atualizado em 3/11/23 às 12h00

Primeira creche da Estrutural tem investimento de R$ 3,4 milhões

COMPARTILHAR

Unidade na Quadra 3 do Setor Leste atenderá 94 crianças de até 6 anos; construção, que prevê pátio coberto, salas multiúso e acessibilidade, já está em fase de acabamento

 

‌Catarina Loiola, da Agência Brasília I Edição: Débora Cronemberger

 

A estudante Keillyane Barbosa, 22, é uma das mães que estão ansiosas pelo primeiro Centro de Educação da Primeira Infância (Cepi) da Estrutural. O equipamento público atenderá 94 crianças de até 6 anos em período integral e está sendo construído na Quadra 3 do Setor Leste, próximo ao centro de convivência (Cose) da cidade. O investimento do Governo do Distrito Federal (GDF), por meio da Secretaria de Educação do DF (SEE), é de cerca de R$ 3,4 milhões, e a obra é executada pela empresa Fibra Construções Eireli.

A primeira creche da Estrutural terá cinco salas de aula, fraldário, lactário, refeitório,

playground, guarita, pátio coberto e estacionamento | Fotos: Tony Oliveira/Agência Brasília

“Vai me ajudar muito. Ele já está na escolinha, mas é particular e só o meu esposo está trabalhando atualmente. Então, a despesa é grande. Com a creche pública, vamos ter um dinheiro sobrando para as outras contas e vou poder continuar estudando”, conta Keillyane.

A mãe dela, a dona de casa Sandra Barbosa, 49, também está animada com a chegada do equipamento. Ela cuida do neto Felipe, 2, de segunda a sábado, enquanto a outra filha trabalha, e acha que a inserção no ambiente escolar influenciaria positivamente no desenvolvimento do menino. “Será muito bom para ele ter convivência com outras crianças. Ele é muito esperto, então também se divertiria muito”, conta.

Arte: Agência Brasília

A primeira creche da Estrutural segue o modelo padrão tipo 2 do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE). Serão cinco salas de aula, salas multiúso e administrativas, fraldário, lactário, sanitários, cozinha e dependências, refeitório, playground, calçadas, rampas, guarita, pátio coberto e estacionamento – serão 19 vagas para carros, oito para motos e uma para carga e descarga. O nome da creche ainda será escolhido dentro da proposta de adotar um termo lúdico com base na fauna e flora brasileira, a exemplo das outras unidades da rede pública de ensino.

“Com a creche pública, vamos ter um dinheiro sobrando para as outras contas e vou poder

continuar estudando”, diz Keillyane Barbosa

‌Atualmente, são executados serviços relacionados ao acabamento da edificação, como a regularização do solo externo, para construção de calçadas e do estacionamento, pintura das partes internas e externas, instalação de cerâmicas, entre outros. Toda a estrutura de alvenaria já está pronta, assim como a cobertura do prédio e as instalações elétricas e hidráulicas. Cerca de 50 empregos já foram gerados na obra.

‌O administrador regional da Estrutural, Alceu Prestes, salienta a importância da creche para a cidade. “Para as mães que trabalham, é um benefício enorme, porque ficam liberadas para trabalharem enquanto os filhos estão na escola. A comunidade recebeu a notícia com muita felicidade; todos ficaram radiantes com a possibilidade de conseguir uma vaga para os filhos”, afirma.

“O Cepi da Estrutural desempenhará um papel crucial no desenvolvimento dessas crianças, criando uma base sólida para seus futuros. Será um ambiente que promoverá divertimento saudável, socialização e preparação para a vida em sociedade”, acrescenta o subsecretário de Infraestrutura Escolar, Leonardo Balduino.

Mapa do site Dúvidas frequentes