18 de maio

GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais
Maria da Penha ONLINE Governo do Distrito Federal
11/03/24 às 10h53 - Atualizado em 11/03/24 às 10h53

Moradores da Estrutural têm aulas gratuitas de culinária

COMPARTILHAR

 

Criado em parceria com a Sejus, projeto Forno Mágico ensina cerca de 50 pessoas a produzirem pães, bolos e salgados

Por Agência Brasília* | Edição: Carolina Caraballo

Jovens e adultos da Estrutural estão recebendo aulas gratuitas de confeitaria por meio do projeto Forno Mágico. A iniciativa, lançada pela Ação Social Renascer em parceria com a Secretaria de Justiça e Cidadania do Distrito Federal (Sejus-DF), contempla cerca de 50 alunos, desde fevereiro deste ano.

O programa ensina a produzir pães, pizzas, bolos e salgados para festas, entre outras habilidades de confeitaria. O objetivo do curso é gerar aprendizado e capacitar os alunos, todos da Estrutural, para o mercado de trabalho.

A secretária de Justiça e Cidadania, Marcela Passamani, exaltou o projeto. “Parcerias como essa são fundamentais para alcançarmos as pessoas nas próprias regiões, sem que elas precisem sair de suas cidades para se capacitarem”, afirmou. “A Sejus está sempre à disposição das organizações de sociedade civil do Distrito Federal para entregar à população serviços e ações voltados à cidadania.”

Desde fevereiro, projeto ensina confeitaria para aproximadamente 50 moradores da Estrutural | Foto: Divulgação/ Sejus-DF

Sobre o curso

As aulas do projeto Forno Mágico ocorrem duas vezes por semana, sempre à noite, na sede do Instituto Social Vovó Divina Macedo. A entidade está localizada na Quadra 4, Conjunto 16, Lote 9, no Setor Norte da Estrutural. Além dos aprendizados na área de confeitaria, os alunos contam com atividades extras relacionadas a empreendedorismo e marketing digital.

A Subsecretaria de Apoio às Vítimas de Violência (Subav), ligada à Sejus-DF, atuou em conjunto com a Ação Social Renascer na captação dos moradores, além de colaborar com as atividades desenvolvidas no curso.

*Com informações da Secretaria de Justiça do Distrito federal (Sejus/DF)

Mapa do site Dúvidas frequentes